Tudo sobre o Prêmio

Inscrições da 5ª edição revelam a participação de todos os estados
Sobre o Prêmio
19/07/2018

Inscrições da 5ª edição revelam a participação de todos os estados

Fernanda de Andrade Santos
Compartilhar:

Na última segunda-feira (09/07) se encerraram as inscrições de projetos desenvolvidos por professores e estudantes do Ensino Médio de escolas públicas de todo o país na 5ª edição do Prêmio Respostas para o Amanhã. Iniciativa da Samsung com coordenação técnica do CENPEC - Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária, o Prêmio tem como objetivo reconhecer e estimular o desenvolvimento de projetos que mobilizem conhecimentos curriculares das áreas das Ciências da Natureza e da Matemática para responder à uma questão problema identificada pelos alunos em suas comunidades.

Neste ano o Prêmio recebeu 1.128 inscrições de projetos de escolas de todos os estados do Brasil, envolvendo cerca de 47 mil estudantes do Ensino Médio, que junto com seus professores se mobilizaram na escolha de uma temática presente em seus cotidianos, na construção de um projeto que envolveu o desenvolvimento de  ações investigativas e analíticas próprias da aprendizagem do conhecimento científico. Confira na home do site o mapa abaixo com o número de projetos inscritos por estado, município e escola.

Uma das proposições técnicas desta edição do Prêmio visou estimular e reconhecer a prática docente interdisciplinar, por meio da formalização da participação de professores parceiros nos projetos, que poderiam ser de qualquer área do conhecimento, a exemplo das disciplinas que compõem as Ciências Humanas. Ao menos 221 dos 1.128 projetos inscritos revelam a presença de professores parceiros nas suas composições, e embora os números apontem para uma maior ocorrência de articulações dentro do campo das Ciências da Natureza e/ou da Matemática, há um grupo importante de projetos realizados com a participação de docentes de disciplinas como Geografia, Português e Sociologia.  

Dentre as temáticas escolhidas como campo de investigação e intervenção pelos projetos de 2018, a de Resíduos/ Reciclagem concentra o maior número de propostas, seguida pela Água e questões relativas ao reflorestamento no Brasil. Em diálogo com a diversidade de problemas e contextos em que as escolas dos projetos inscritos estão inseridas, as temáticas no entanto apontam para a relevância do processo investigativo desenvolvido por professores e estudantes no processo de elaboração de suas propostas, levando o conteúdo curricular de dentro para fora da escola, para ser estudado e aplicado para melhorar a vida das comunidades e para a construção de uma sociedade mais sustentável.

Mobilização das Secretarias e da rede de articuladores

Desde sua primeira edição o Prêmio tem contado com o apoio das Secretarias Estaduais de Educação, por meio de ações de divulgação e mobilização de escolas e professores em seus diferentes órgãos, e neste ano o Prêmio também apostou no fortalecimento de uma rede de articuladores locais. Profissionais indicados pelo Consed- Conselho Nacional de Secretários de Educação, pelas próprias Secretarias e parceiros locais  acionaram suas redes e realizaram várias ações locais como reunião com com as equipes pedagógicas das Secretarias e, Coordenadorias de Ensino Médio para apresentação do Prêmio e visitas nas próprias unidades escolares para conversarem diretamente com os próprios professores potencializando e qualificando ainda mais a comunicação para que as redes de ensino pudessem ter mais informações sobre a iniciativa e pudessem ampliar a sua participação em 2018.

Próximas etapas

Nos meses de julho e agosto, todos os projetos inscritos em conformidade com o regulamento do Prêmio serão avaliados por comitês técnicos regionais de seleção em ações a distância e presenciais. O resultado dos 25 Projetos Vencedores Regionais será divulgado aqui no site do Prêmio no dia 20 de agosto.

Em setembro, os Projetos Vencedores Regionais terão seus vídeos publicados no site para a votação aberta do público, que elegerá os 5 Projetos Vencedores pelo Júri Popular, um de cada região. Em paralelo, os 25 Projetos serão avaliados por uma Comissão Julgadora composta por especialistas e representantes de instituições parceiras do Prêmio, a partir do qual serão conhecidos os 3 Projetos Vencedores Nacionais da 5ª Edição, que viajarão para São Paulo e participação de um intercâmbio científico-cultural onde todos os estudantes da classe e os professores terão oportunidade de trocar experiências e aprofundar seus conhecimentos.

Formação docente

Para além do concurso, o Prêmio oferece conteúdos formativos para professores e estudantes  A Sala dos Professores é a seção do site do Prêmio que reúne conteúdos formativos para apoiar professores no aprimoramento de sua prática. Dentre as propostas disponibilizadas está o curso Aprender por Projetos, que conta com referências teóricas e práticas para que os docentes possam trabalhar a aprendizagem por projetos. Gratuito e com certificação, o curso é oferecido permanentemente e pode ser acessado por professores e interessados no geral.

Acesse aqui a Sala dos Professores e explore os materiais.

Na seção Trilha dos Alunos, professores e estudantes podem acessar conteúdos sobre sustentabilidade e conhecimento científico numa linguagem lúdica para envolver os estudantes a conhecerem e aprofundarem ainda mais seus conhecimentos. Acesse aqui e conheça a Trilha dos Alunos.




TAGS: Interdisciplinaridade Sustentabilidade Prêmio Metodologia de Projetos Prática Educativa

Deixe seu comentário:

ENVIAR
Iniciativa
Samsung
Coordenação Geral
Cenpec
Apoio
REPRESENTAÇÃO DA UNESCO NO BRASIL
 
reduca
 
consed
 
OEI
Certificado de Autorização CAIXA nº 3-5304/2018.