Início dos atalhos. Fim dos atalhos.
Início do topo.
Fim do topo.
 
Curso Aprender por Projetos é gratuito e tem acesso on-line

Curso Aprender por Projetos é gratuito e tem acesso on-line

Suzana Camargo
09/05/2019
Compartilhar:

É uma das ferramentas de formação oferecidas a educadores de todo o país pelo site do Prêmio Respostas para o Amanhã. Agrega conteúdo importante à formação de profissionais que atuam na Educação Básica 

O professor ganha ao desenvolver, em sua prática, o trabalho com projetos. Seus alunos ganham ao exercitarem um jeito envolvente para a construção dos seus conhecimentos. Ganha a escola como um ambiente dinâmico que contagia outros professores e mobiliza mais estudantes a vivenciarem essa experiência. Esse conjunto de "ganhos" é alcançado em um trabalho pedagógico que utiliza a metodologia de projetos. Para o entendimento da sua importância, o CENPEC, responsável pelo Prêmio Respostas para o Amanhã (RPA), uma iniciativa da Samsung, incluiu o curso Aprender por Projetos entre as atividades de apoio ao prêmio. A ação formativa é oferecida on-line e gratuitamente para educadores de todo o país.

O Aprender por Projetos tem como objetivo fazer com que os educadores conheçam os princípios da metodologia do trabalho por projetos e descubram a melhor forma de utilizá-la na escola. É um curso autoformativo, ou seja, não tem um mediador, cabendo ao participante seguir as trilhas do conhecimento que são indicadas ao longo da formação. A equipe do prêmio sublinha que o curso traz uma concepção de ensino e aprendizagem que amplia a autonomia dos alunos na realização de pesquisas e investigações, articulando a teoria com a prática na busca de soluções para problemas reais no território.

Além disso, o Aprender por Projetos explora estratégias de ensino que podem tornar o cotidiano escolar mais dinâmico e significativo para alunos do Ensino Médio. Os conteúdos ajudam a aprimorar o projeto pedagógico dos educadores participantes do Prêmio Respostas para o Amanhã, mas também atendem a todos os professores do país, independentemente da participação deles no prêmio.

A ludicidade a serviço da aprendizagem por projetos

De forma lúdica, o curso é disposto em formatação que lembra a de um jogo de tabuleiro. É dividido em 06 módulos. O ponto de largada é um aquecimento para refletir sobre o que o participante já sabe a respeito de projetos na escola (módulo 1). Depois, ele terá que escolher qual percurso desejará traçar, entre os temas oferecidos no curso: módulo 02 - Investigar para produzir conhecimento; módulo 03 - Visão histórica do trabalho com projetos; módulo 04 - Da indagação à argumentação; módulo 05 - Projetos e currículo pré-definidos. Ao final da caminhada, o participante estará mais preparado para seguir um roteiro de aplicação da metodologia de projetos, uma vez que terá desenvolvido a autonomia necessária para adaptar esse roteiro à sua realidade escolar (módulo 6).

Beatriz Cortese, que participou da criação e elaboração do curso Aprender por Projetos, explica que o aspecto lúdico é uma estratégia para que o assunto seja absorvido com mais leveza. Apesar disso, a educadora ressalta que as etapas do curso objetivam pontuar junto aos participantes, a complexidade e a importância do que é trabalhar com projetos: “Precisam entender que não se trata de uma metodologia na qual os alunos trabalharão de forma espontânea, ou seja, sem direcionamento”.

Beatriz destaca que, ao aplicar a metodologia de projetos, os educadores compartilham com os alunos o processo de aprendizagem, “mas precisam guiá-los no caminho que percorrerão para chegar em um determinado objetivo". Esse objetivo, segundo ela sublinha, é a “essência do trabalho”. A educadora explica ser imprescindível que o professor tenha um conhecimento profundo sobre o que é trabalhar com projetos. “Ele precisa ter clareza sobre o que os alunos devem aprender, para negociar com eles qual será o tema do estudo”, pontua.

Professores que inscrevem projetos para participar do Prêmio Respostas para o Amanhã são estimulados a fazerem o curso e obterem, a partir dele, mais bagagem para desenvolver a elaboração de seu projeto e mesmo trabalhar com todos os alunos de sua turma, na escola. Essa foi a experiência de Uanne Freire Bezerra Araújo. Professora de Biologia do Ensino Fundamental público do município de Salgueiro (PE), ela inscreveu o projeto Avaliação do efeito larvicida do líquido da castanha de caju em mosquitos hematófagos, na edição de 2018, e foi uma das premiadas, em conjunto com seus alunos e a escola.

Ela ressalta que o curso Aprender por Projetos ajudou a adaptar o projeto inscrito no Prêmio RPA à sua prática pedagógica. “Foi muito importante ter feito o curso, primeiro porque ele nos ajuda a desenvolver em sala de aula o projeto que inscrevemos; segundo porque ele está totalmente alinhado com as atividades educacionais que podem ser trabalhadas com a classe como um todo”, afirma Uanne.

A integração de várias disciplinas é outro ganho apontado pela professora como vantagem da utilização da metodologia de projetos. “Os alunos têm a oportunidade de colocarem em prática o conhecimento estudado em todas as disciplinas e se sentem mais estimulados”, garante Uanne.

Saiba mais sobre o curso

Não há restrição de prazo para a realização do curso, mas para obter o certificado, as anotações no Bloco de Notas e os exercícios de múltipla escolha (nos módulos 1, 3 e 5) são obrigatórios. No Módulo 6 – Sugestão de roteiro, a atividade obrigatória é a leitura do infográfico com o roteiro para o trabalho com projetos.

Para participar do curso, basta efetuar um cadastro no site do Respostas para o Amanhã e entrar na seção Professores, a partir do menu principal. 

TAGS: Percurso Formativo Formação Curso Metodologia de Projetos Prática Pedagógica Ensino Médio

Comentários

Comentários

Clique no botão e participe!